O CFM e os CRMs equivocadamente emitem Pareceres cuja finalidade é validar tratamentos novos ou adotados por um grupo de médicos. Falta transparência no processo de emissão de Pareceres Não há revisão periódica dos Pareceres já emitidos e cancelamento de Pareceres obsoletos ou que perderam a finalidade.